Fallen – Livro X Filme

Ola Jujubas e Amendoins queridos, quanto tempoooo?! Vou falar rapidinho que as coisas estão melhorando na Toca do dementador e muito em breve teremos post no blog contando as novidades =D Mas hoje eu vim falar de um livro que é a paixãozita de muita gente, seriiiiio a quantidade de pessoas que falam desse livro é enorme, uma verdadeira loucura. Então quando anunciaram o tão aguardado lançamento do filme em Dezembro do ano passado eu decido que iria ler o livro antes de assistir ao filme, vocês sabem como é hahaha.

O que eu não esperava que a reforma da casa, fosse me atrapalhar tanto para cumprir minhas metas de leitura, acabei não conseguindo terminar o livro a tempo do lançamento do filme. Mas antes tarde do que nunca ><

20170306_060429.jpg

#paracegover: Livro Fallen, escrito por Lauren Kate e publicado no Brasil pela editora Galera Record, tem 406 paginas e uma capa azul e preta, com uma moça de vestido preto e longo, cobrindo o rosto com as mãos com luvas de renda preta, no que parece ser uma sombria floresta.

Antes de dar minha opinião vou te deixar por dentro da historia.

O Livro

Ela começa com o dia em que Lucinda ou apenas Luce chega em Sword & Cross, um reformatório para adolescentes impossibilitados de conviver em sociedade pacificamente.

Luce desde criança relatava ver “sombras” se esgueirando perto dela, seus pais a levaram a psicólogos e psiquiatras o que resultou em anos de tratamento e medicamento. Quando Luce percebeu que ninguém iria acreditar nela e que ela passaria a vida toda no diva, ela decidiu fingir que não via mais as sombras e apenas ignora-las, maaaaas as sombras passaram a ficar cada vez mais assustadoras, até o dia que elas causaram um incêndio que matou um colega de escola de Luce, deixando ela como a unica testemunha do ocorrido. Sem poder explicar como o incêndio começou, e como ela saiu ilesa Luce e seu histórico psiquiátrico foram encaminhados para o reformatório, alegando que ela não tinha condições de estar em sociedade com adolescentes comuns, em outras palavras, Luce foi considerada psicopata e mesmo sem provas, a principal suspeita do incêndio.

Chegando Sword & Cross Luce está assustada, afinal ela vai conviver com adolescente problemático de verdade, ela está deprimida por seu destino e ainda mais amedrontada pelas sombras. Então ela conhece Ariane, que a leva para fazer um tour pela escola e acaba lhe dando dicas para sobreviver Sword & Cross.

Ela também sente a atenção que um dos alunos tem por ela, seu nome é Cam e pela primeira vez ela esta sendo notada por um garoto. Mas o garoto que realmente chama sua atenção é Daniel, mas ao contrario de Cam, Daniel a ignora completamente.

Depois de um desentendimento no refeitório com a aluna Molly, Luce acaba com um bolo de carne na cabeça, em uma ida desesperada ao banheiro para se limpar, ela conhece Penn, uma garota tagarela, mas muito gentil que a ajuda. E nesse momento as duas se tornam amigas. Quando Penn percebe que Luce tem uma queda por Daniel, ela lhe confessa que trabalha na escola e por isso tem acesso a informações sobre os alunos e passa a ajudar Luce a descobrir o que puder sobre Daniel.

A historia se desenrola nisso, Luce querendo saber tudo o que puder sobre Daniel, Daniel ignorando ela, Cam tentando conquistar Luce, sendo todo atencioso com ela num nível exagerado e forçado, ninguém na vida real é assim. Ariane perde visibilidade na historia depois que Penn surge, uma pena porque eu gostava bastante dela. Ha mais alguns personagens secundários que na moral não fazem muita diferença para a historia, em 200 paginas.

O Livro tem 406 paginas e a historia só começou a fazer sentido e ficar menos entediante, (nem vou falar que ficou interessante, por que ela não chegou nesse nível) a partir da pagina 256 capitulo 14, antes disso era muita enrolação, dialogo vazio, a autora queria criar um suspense, mas só conseguiu adiar um fim chato.

Veja bem eu já sabia que a historia tinha como tema anjos, na contra capa do livro tem o seguinte trecho:

“Como a água cintilava sob a luz do sol, quase parecia que Daniel tinha asas.”

Luce tem sonhos, onde Daniel a carrega nos braços, onde ela vê uma luz que sai dele e lhe parece asas. Então era de se esperar que Daniel fosse um anjo. Mas por que ele a ignorava? Serio na primeira vez que Luce o viu ele mostrou o dedo do meio para ela e mesmo assim ela ficou apaixonada por ele, alguém me explica essa logica? Você chega num reformatório, com adolescente perigosos, e um cara mostra o dedo do meio praticamente na sua cara e você cai de amores por ele? OI????

Ao contrario do comportamento de Daniel, temos Cam e uma obsessão beirando ao desespero em conquistar Luce. O que me desagradou muito foi a fazeção de doce dessa garota, que chatice, parecia que a autora queria que Luce fosse uma imaculada adolescente tonta. Aquela garota que se faz de desentendida e fica segurando o boy, nem na freiendzone ela coloca o coitado, é mais como um cãozinho. Ela não quer ficar com ele, ela gosta descaradamente de outro, mas mesmo assim ela não dispensa o Cam.

Outra coisa que me irritava muito na historia, Luce o tempo todo dizia que NÃO queria fazer algo, mas ela fazia:

“Luce segurou o livro contra o peito; não queria se sentar, queria procurar Penn pela biblioteca. Não podia ficar de conversa fiada com Ariane – especialmente não na frente de Roland, que estava tirando suas coisas de cima do banco ao lado. 

– Junte-se a nós – disse Roland.

Relutante, Luce se sentou na beirada da cadeira.”

Ela fazia esse tipo de coisa o tempo todo, ela precisava estar em algum lugar, mas ela deixava de ir por que alguém chamou. Ela queria fazer algo, mas não fazia por que alguém apareceu e distraiu ela. E houve graves consequências por ela ser assim.

O Filme

O cabelo de Luce é longo no filme, enquanto que no livro ele é curto por um motivo bem infeliz.

Logo no começo do filme ha pequenas diferenças com o livro, no filme Cam chega escoltado por policiais, no livro Luce chega atrasada a escola e se junta ao grupo de novos alunos para a recepção de boas vindas e Cam já está entre eles. Mas assim como no livro, Cam já se mostra interessado em Luce.

No filme, no lugar de Randy ha um homem.

No filme os alunos de Sword & Cross não usam uniforme preto e não ha os “Vermelhos” as câmeras de segurança espalhadas na escola como ha no livro.

No filme Molly ataca Luci sem motivo no corredor, o que acabou ficando sem contexto nenhum. No livro elas brigam no refeitório e Luci acaba com um bolo de carne na cabeça e foge para o banheiro para se limpar e é ai que conhece a Penn.

Gostei mais da Penn do filme do que do livro, ela parece mais real. Mas não dá para perdoar a historia que inventaram para ela no filme, que os pais dela abandonaram ela no internato, quando a historia dela no livro tem tanto teor dramático e significado.

A Luce do filme é mais legal que a Luce do livro, no filme ela é mais ousada, continua meio tonta, mas menos puritana sonsa.

A festa do Rolland é beeeem mais divertida no filme do que no livro.

Li nas redes sociais muitas pessoas criticando o filme, mas eu achei que ele fez bem mais sentido em algumas partes que o livro. por exemplo Todd era um nerd apaixonado e heroico, bem melhor que o esquisitão, sem amigos que ficava na biblioteca sozinho do livro.

A cena que Luce pula da sacada não acontece no livro, mas eu achei bem mais interessante por que a verdade é que no livro não acontece muita coisa emocionante. Eles cortaram paginas sobre uma adolescente excitada platonicamente por um cara que só a ignora e a abandona em um lago duas vezes, por uma cena mais ousada, que resulta em revelações.

No decorrer do filme os personagens vão dando a entender que já conheciam Luce, eles conversam entre si como se soubessem de algo a mais, claro que quem leu o livro teve que esperar até os últimos 5 capítulos para saber de alguma coisa, já no livro os personagens secundários vão dando ao telespectador tais informações. Pode se dizer que desde o começo do filme, os personagens vão dando spoielers, informações, mas como o livro era lerdo, (acredito que era uma tentativa de criar um suspense) não me incomodou em nada isso no filme.

O dialogo entre Cam, Daniel e Luce no fim do filme é bem “beeeexta” (voz de nordestina arrastado), dai Luce beija Daniel na frente de Cam e ele fica todo nervosinho e começam a tretar. A briga deles no livro eu achei mais legal que no filme ><

Muitas coisas são melhor explicadas no filme do que no livro. Acredito que essa seja a primeira vez que me arrependo de ler o livro antes de assistir o filme.

Tentei preservar o final da historia e alguns fatos, que na minha opinião são os poucos que salvam esse livro. Para o caso de você que está lendo meu post querer lê-lo.

Não pretendo ler a continuação de Fallen, não me prendeu a historia, nem me cativou a personagem principal, nem tão pouco a missão, muito menos o romance. O livro não combinou comigo, mas antes de vir aqui fazer um post puxando saco de algo que eu não gostei só para fazer de conta, eu prefiro nem fazer post.

Esse foi meu ponto de vista da historia. Deixa aquele comentário bacana, que eu vou amar saber sua opinião =D

bjs de luz

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: