Post Pipoca

Nerve – Um Jogo Sem Regra

20 de setembro de 2016

Ola jujubas e amendoins queridos!!!!! Quinta feira passada eu fui assistir Nerve com o maridão. Eu vi o trailer do filme alguns dias atras numa propaganda no Youtube e eu fiquei encantada. O filme mexeu comigo e eu resolvi que ele merecia estar no Post Pipoca do blog eeeeeeeeeeeeeeeeh

Vou colocar o trailer aqui para quem não viu ainda se familiarizar com o contexto:

A historia começa mostrando a rotina da garota chamada Venus DeMarco (Emma Roberts) ou como a chamam no filme apenas Vee, ela mora apenas com a mãe, que trabalha em um hospital e ambas lidam com o vazio que a morte precoce do irmão deixou. Tudo o que Vee quer é ir para uma faculdade de Artes, mas sua mãe não consegue lidar com a ideia de se afastar da unica filha e ela não tem coragem de dizer a mãe que quer sair da cidade pequena e se aventurar.

Sydney (Emily Meade) é a melhor amiga de Vee, é popular, desinibida e ambiciona ganhar destaque na rede social do momento Nerve. Uma especie de jogo, onde ha a opção de Observador e Jogador. O Observador paga um valor para poder assistir aos videos dos Jogadores, comentar e votar. E os Jogadores são desafiados a cumprir diferentes tipos de desafios, que valem dinheiro de verdade, quanto mais bem sucedido for nos desafios mais observadores ele consegue, a cada desafio conquistado ele vai subindo no Ranking, o Jogador que ficar até o final ganhar tudo.

1_lcxyxvu

Um jogo que envolve dinheiro, popularidade, adrenalina e a efêmera sensação de vitoria.

Sydney tem uma discussão com Vee e acaba jogando na cara da amiga o quanto ela é medrosa e como ela desperdiça a vida sendo assim. Movida pela discussão, pelo medo de contar para a mãe sobre a faculdade de Artes incrivelmente cara e longe, a insegurança de chegar perto do garoto que ela gosta e da constante tristeza que a cerca pela morte do irmão Vee se inscreve no Nerve como Jogadora. E ignorando tudo o que seu melhor amigo Tommy acha desse jogo ele a leva para o primeiro desafio que brilhou no seu celular: “Beijar um estranho” valendo 200 dólares.

E é então que entra em cena Ian (Dave Franco), o completo desconhecido, que também é um jogador.

306028

O que acontece a seguir é que os Observadores parecem gostar de ver os dois juntos e passam a votar em desafios onde envolva os dois, isso me lembrou muito Jogos Vorazes, e confesso que por um momento eu esqueci as previsões de catástrofes que estavam para acontecer no filme e foquei no romance se é que realmente havia romance entre Vee e Ian ou era apenas a Adrenalina, a empolgação e a adoração de tantos observadores.

tumblr_o86gv3fcss1up42jgo7_540

A atuação dos dois é tão envolvente e tudo parece tão divertido e inevitável de resistir…Eu suspirei pelos dois bem algumas vezes hehehe. Ian me lembrou muito Patch Cipriano da serie Hush Hush.

nerve-um-jogo-sem-regras

Acho que você começa a perceber os riscos e a gravidade no Jogo Nerve sutilmente, quando desafio que arriscam a vida e podem fazer pessoas serem presas começa acontecer. Mas acho que só quando um dos Observadores começa a votar a favor de uma Jogadora a cair de um prédio, você realmente acorda e percebe que o ser humano ´pode ser muito cruel e sem noção.

O fim do filme traz uma grande reflexão, principalmente para essa geração que passa a infância e a adolescência com um celular na mão. Ele mostra como nossos valores e a moral muda quando estamos “escondidos” atras de um username. E mais do que isso, como estamos cada vez mais desumanos.

Considerações finais sobre o filme.

Primeiro que a personagem Vee tem um computador touch, mas não existe Mc touch.

Assim como em Jogos Vorazes, esquece o romance e foca na mensagem do filme.

Tommy é o hacker da historia e acaba sendo o grande salvador, boa parte dos termos que ele usa no filme de fato são reais, o que me deixou ainda mais assustada é que realmente ha a possibilidade de uma rede social como a Nerve existir.

Se você ainda não entendeu o mal que algo assim pode fazer, talvez você ja esteja no nível de achar graça da desgraça dos outros na internet seja algo normal, mas isso não é. Rir da desgraça dos outros na internet so prova que você está perdendo sua sensibilidade, e que as pessoas que estão se submetendo a coisas perigosas por views e likes precisam parar com isso, é perigoso, e tudo o que elas acabam conseguindo é influenciar mais pessoas a se arriscar também.

O final do filme tinha a intenção de dar uma grande lição de moral, mas teve um errinho que eu não vou comentar porque seria spoiler.

O Filme foi inspirado em um livro: Nerve, escrito por Jeanne Ryan e publicado aqui no Brasil pela editora Outro Planeta.

Criaram um site promocional do filme que lembra muito o jogo: http://www.playnerve.com/

Loading Likes...

Deixe um comentário do que achou do post!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.